Terra Forte Produtores têm reunião técnica hoje

O Programa Terra Forte, de iniciativa da Secretaria Municipal da Agricultura, inicia hoje, às 8 horas, no salão nobre (prefeitura) mais uma etapa da sua implantação no município. A proposta do prefeito Beto Preto é criar uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar, através da fruticultura e, ao mesmo tempo, enriquecer a merenda escolar com a oferta de banana, morango, uva, figo, maracujá e goiaba.   

A partir de agora, serão agregados ao programa os produtores que optaram em cultivar maracujá. O técnico agrícola Robson Menegardi vai orientar os cerca de 50 produtores que aderiram ao cultivo de maracujá. Eles vão receber informações sobre o preparo do solo, covas, instalação de palanques e aramados, entre outros detalhes.

No total, 175 pequenos agricultores se inscreveram no Terra Forte, e parte deles já receberam, em etapas anteriores, 14 mil mudas de uva das variedades Niágara e bordô. Outros receberam 10 mil mudas de figo da variedade Roxo de Valinhos (SP) e outro grupo, mais 2 mil mudas de goiaba. Nas próximas etapas serão distribuídas as mudas de morango e banana.

“Estamos repassando mudas selecionadas de origem certificada, garantindo ainda toda a assistência técnica, visando um bom desenvolvimento e produtividade”, informa o prefeito Beto Preto. Ele lembra que, a partir das primeiras colheitas em 2015 e 2016, os produtores da agricultura familiar irão doar parte da sua produção para a merenda escolar das escolas municipais.

O secretário da agricultura, João do Carmo Fonseca, o “Joãozinho da Emater”, relata que essa é a forma de parceria criada, para que os produtores possam ressarcir todo o apoio que estão recebendo. Ele recorda que os agricultores também receberam cotas de calcário e fosfato, para corrigir a acidez do solo.