SEGURANÇA: Autoridades decidem ampliar ações integradas contra a criminalidade

A realização de Ações Integradas de Fiscalização Urbana (AIFU) e a proposta de convocação de uma audiência pública sobre segurança pública são as principais deliberações de uma reunião realizada na noite de ontem no gabinete do prefeito Beto Preto com presença de todas as autoridades e entidades ligadas à segurança no município. No encontro, convocado pelo chefe do executivo municipal, foram apresentados os números da criminalidade na cidade e as ações que estão sendo adotadas para proteção da população. 

“Na sexta-feira me reuni com o Conselho de Segurança Rural e no final de semana troquei idéia com forças de segurança. Nessas conversas percebi que as polícias civil e militar, mesmo com dificuldade de efetivo, conseguiram diminuir o número de latrocínios e homicídios. Também é fato estarmos vivenciando um momento de pacificação no mini-presídio com a polícia militar resumindo o serviço de guarda do local. Mesmo com este contexto positivo, houve nos últimos dias aumento de furtos e roubos, e resolvemos colocar a Guarda Municipal e os setores de fiscalização da prefeitura à disposição para realização de ações integradas de combate a criminalidade na cidade”, afirmou Beto.

O delegado o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial, José Aparecido Jacovós, destacou a importância da iniciativa do prefeito. “A polícia civil está à disposição para se unir às demais autoridades para dar mais segurança aos cidadãos. Estamos fazendo o nosso trabalho da melhor forma possível. Só neste final de semana lavramos nove flagrantes”, informou Jacovós.

Já o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Aymoré Nunes Moreira, definiu o encontro com um momento oportuno para se expor o que cada órgão ligado a segurança está fazendo e planejar ações futuras. “Nessa reunião entramos num consenso da necessidade de integrar as forças de segurança pública para combater principalmente esse surto de roubos e furtos qualificados que vivenciamos no final de semana. A polícia militar faz seu papel com eficácia. Neste final de semana efetuamos 10 prisões e em breve vamos ter mais policiais nas ruas e mais uma viatura do ROTAM”, relatou, mencionando ainda que a PM implementou recentemente operações de arrastões nos bairros e área central da cidade, em especial nos finais de semana.

O diretor do Fórum e juiz da Vara Criminal, Osvaldo Soares Neto, definiu como incansável o trabalho das polícias militar e civil no combate e solução dos crimes no município. “Há uma sintonia entre os órgãos de segurança para se resolver os casos policiais o mais rápido possível e a realização de ações integradas vai permitir uma maior eficácia nestes resultados. Nessa reunião foi possível avaliar a realidade da segurança na cidade e definir parcerias na condução dos trabalhos”, destacou.

A presidente do Conselho Municipal de Segurança, Ana Maria Schimidt, defendeu a realização de campanhas de segurança preventiva para conscientizar a população das formas em que cada cidadão pode contribuir para inibir as ações dos criminosos. “Cuidados ao deixar o banco com dinheiro, verificar se a casa esta devidamente fechada e mesmo pedir para vizinhos ajudar a cuidar do imóvel enquanto está ausente, são medidas que podem evitar muitos furtos e roubos”, comenta.

Participaram da reunião de ontem, na prefeitura, o diretor do Fórum e juiz da Vara Criminal, Osvaldo Soares Neto; o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial, José Aparecido Jacovós; a delegada Yane Cardoso; o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Aymoré Nunes Moreira; o vice-prefeito Junior da Femac; o Procurador Jurídico do Município, Paulo Sérgio Vital; a secretária de Assistência Social, Márcia Regina da Silva de Sousa; os vereadores Aurita Bertoli e Vladimir José da Silva; a presidente do Conseg, Ana Maria Schimidt; o comandante da Guarda Municipal, Athaíde Pantaleão; e o sargento da PM, Daniel Rodrigo de Souza.