Recuperação de estrada tira comunidade do isolamento

Por muito tempo, o cavalo e o trator eram as principais alternativas dos agricultores para trafegar na Estrada da Boa Sorte, localizada na região do Distrito de Caixa de São Pedro. O drama desta comunidade rural chegou ao fim nesta semana, quando a patrulha rural mecanizada da Prefeitura de Apucarana concluiu a recuperação de um trecho de 10 quilômetros.

O prefeito de Apucarana, Beto Preto, afirma que recebeu o relato de vários moradores, descrevendo o isolamento a que estavam submetidos. “Ficamos impressionados com o que ouvimos e determinamos à nossa equipe que incluísse prioritariamente essa região no cronograma de obras  das estradas rurais”, frisa.

“Trabalho aqui há 8 anos e neste tempo nunca havia passado uma máquina da Prefeitura. O que tinha não era uma estrada, era um trilho”, desabafa Liomar Martinelli de Andrade, funcionário de uma propriedade rural que fica na “Boa Sorte”.

É uma região do município, que faz divisa com Arapongas, Mandaguari e Sabáudia, caracterizada pelo relevo bastante acidentado. Devido à topografia, a principal atividade desenvolvida pelas famílias é a criação de gado. “Para tirar os animais daqui, tínhamos que tocá-los até outra propriedade, que fica a 12 quilômetros de distância, para então poder carregar no caminhão”, conta Andrade.

A situação ficou ainda mais dramática no ano passado, quando o pai do trabalhador sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Tivemos que sair com ele daqui de trator até o Distrito de Caixa São Pedro, onde somente depois um carro levou ele para o hospital”, observa.

SONHO – O secretário municipal da Agricultura, João Carmo da Fonseca, e o superintendente da pasta, José Luiz Porto, vistoriaram os trabalhos e conversaram com os agricultores beneficiados. “A Maria da Luz, que tem uma propriedade de 150 alqueires nesta região do município, nos procurou no ano passado e relatou a situação de abandono em que se encontrava a estrada. Então, sempre com transparência, agendamos uma data em que a recuperação pudesse ser viabilizada”, explica Fonseca.

De acordo com o secretário da Agricultura, Maria da Luz contou ainda que desejava participar de leilões de gado e que isso não era possível devido às precárias condições da estrada. “Finalmente, no final de semana passado, a proprietária pôde realizar seu sonho. Ela carregou um caminhão com 70 bezerros e participou de um leilão em Mandaguari”, assinala.