Prefeitura realiza audiência pública sobre fiscalização eletrônica de trânsito

A prefeitura de Apucarana realiza amanhã (16), às 20 horas, no salão nobre, audiência pública para discutir e debater a possibilidade de adotar fiscalização eletrônica de trânsito em Apucarana. Segundo vice-prefeito e diretor presidente do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), Júnior da Femac, houve um grande aumento de acidentes na cidade, principalmente nas avenidas Minas Gerais e Governador Roberto da Silveira.

“É uma decorrência do elevado número de veículos em Apucarana, em torno de 70 mil, que se somam a outros cerca de 20 mil que passam por aqui diariamente. É uma frota de quase 90 mil veículos dividindo espaço no dia a dia com motociclistas, pedestres e ciclistas”, analisa Júnior.

Diante da necessidade de se adotar instrumentos que tragam mais segurança no trânsito, o prefeito Beto Preto solicitou ao Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), em meados de 2013, um estudo apontando os locais de maior incidência de acidentes na cidade.

“Através de um levantamento realizado em parceria com a Polícia Militar, Guarda Municipal e Polícia Rodoviária Federal chegamos a um mapa com os pontos críticos. Com base nestes dados, o Idepplan elaborou uma proposta que vai ser apresentada na audiência pública sobre a adoção ou não de fiscalização eletrônica de trânsito, através de instrumentos de controle de velocidade, como radares e lombada eletrônica, e de controle de semáforo, com detectores de veículos que furam o sinal vermelho”, informa Júnior da Femac, reiterando que o foco é a segurança no trânsito e não a arrecadação. A audiência pública é aberta a todos cidadãos, que podem opinar sobre o tema.