Prefeitura garante uniforme e kit escolar

A prefeitura de Apucarana vai entregar o uniforme escolar a 7 mil alunos nesta semana. O anúncio foi feito hoje pelo prefeito Beto Preto após vistoriar pessoalmente o material armazenado na Autarquia Municipal de Educação (AME). “Estamos concretizando mais um compromisso de campanha no início deste ano letivo. Os pais que possuem seus filhos na rede municipal de ensino não terão mais a despesa para vestir seus filhos para ir à escola. A partir de agora isso é responsabilidade do município, conforme eu havia anunciado”, disse Beto Preto.

O kit uniforme que será entregue aos alunos do 1º ao 5º ano ao longo desta semana é composto de duas camisetas de manga curta, uma camiseta de manga cumprida, uma bermuda, um agasalho e boné. Num investimento de R$ 760 mil, o material foi adquirido com parte do dinheiro que a Câmara Municipal devolveu para os cofres do município. “Não vai mais haver distinção de uniforme entre as escolas municipais. Agora tudo é igual. Muitos alunos sentiam vontade de desfilar no dia 7 de setembro e não podiam porque não tinham agasalho. Essas e muitas outras situações negativas que surgiam devido à falta de uniforme completo vão deixar de existir”, observa a vereadora Aurita Bertoli, que acompanhou o prefeito na vistoria ao material.

A secretária da Educação, Marli Regina Fernandes da Silva, por sua vez, lembrou que a unificação do uniforme também favorece aos alunos que mudam de escola. “O padrão é mesmo nos 36 estabelecimentos de ensino da rede municipal”, reitera.

MATERIAL ESCOLAR

Beto Preto também cumpre, pelo segundo ano consecutivo, outra promessa de campanha. Os kits de material escolares oferecidos pelo município já estão nas escolas e serão entregues a 9 mil alunos do pré, ensino fundamental, Educação Especial e Ensino de Jovens e Adultos (EJA). “O kit teve um reforço neste ano, com a oferta de mais itens”, informa Beto Preto. A aquisição do material envolveu recursos do próprio município, no valor de R$ 260 mil.

O kit dos alunos do 1º e 2º Ano é composto de 5 cadernos de linguagem, 3 cadernos de matemática, 1 caderno de caligrafia, 1 caderno de desenho, 5 lápis preto, 3 borrachas, 2 apontadores, 1 régua, 1 cola, 1 tesoura e 1 caixinha de lápis de cor.

Do 3º ao 5º ano são 7 cadernos de linguagem, 4 cadernos de matemática, 1 caderno de caligrafia, 1 caderno de desenho, 5 lápis preto, 1 caixa de lápis de cor, 3 borrachas, 2 apontadores, 1 régua, 1 cola, 1 tesoura, 1 caixinha de lápis de cor , 1 caneta azul e 1 caneta preta.

Às pré-escolas serão entregues 1 caderno de linguagem, 1 caderno pedagógico, 1 caderno de desenho, 1 apontador, 1 borracha, 1 lápis preto. Há ainda o kit para o estabelecimento de ensino (para o trabalho coletivo), o qual inclui papel dobradura, cartolina, EVA, crepom, tinta guache, tesoura sem ponta, massa de modelar, barbante, fita crepe, durex, cola, gliter, giz branco e giz colorido e giz de cera.

As escolas Antônio Padre Vieira, no distrito de Correia de Freitas, e Wilson de Azevedo, na Caixa de São Pedro, as duas únicas que oferecem o ensino do 6º ao 9º ano, também foram incluídas na distribuição gratuita de material. Além dos itens básicos, cada um 191 estudantes receberam 5 cadernos universitários.  O mesmo procedimento foi extensivo aos alunos do Ensino de Jovens e Adultos (EJA), bem como aos da educação especial.

“A lista de material escolar que eram enviadas aos pais acabou. Temos material de qualidade e em quantidade suficiente para o ano inteiro”, tranquiliza Beto Preto. “Os pais não escondem o sentimento de satisfação e alívio quando são informados que não terão despesa neste início de ano letivo”, relata a diretora da escola Durval Pinto, Ana Paula Cunha.

As famílias com filhos nos 30 estabelecimentos de ensino com pré-escola ainda ficarão isentos de outra despesa. Pela primeira vez, a compra dos colchonetes ficou a cargo da prefeitura. Foram adquiridos 3 mil unidades com recursos próprios do município”, acrescenta s secretária Marli Fernandes da Silva.