Prefeito vistoria obra histórica de pavimentação no Novo Horizonte

A empreiteira contratada via licitação pela Prefeitura de Apucarana deu início nesta quarta-feira (08/01) ao serviço de drenagem e asfaltamento da Rua Alexandre Balan, no Jardim Novo Horizonte. Uma reivindicação de 30 anos da comunidade, a benfeitoria foi um compromisso de campanha do prefeito Beto Preto (PT), que fez questão de estar presente na frente de trabalho para exigir qualidade total na execução. “Esta é uma obra grande em uma região de chácaras onde há minas d’água e ribeirões que cortam a via, por isto o primeiro trabalho é o de drenagem, que também contempla as águas pluviais”, detalhou Beto, que na vistoria esteve acompanhado do vice-prefeito e secretário de Obras, engenheiro civil Júnior da Femac. “Assim como outras obras, vou acompanhar esta aqui par e passo para que ela seja concluída com excelência e que possa servir por muito tempo os apucaranenses. Esta é uma obra histórica, que vai levar cidadania aos moradores”, destacou o prefeito que antes de passar pelo Novo Horizonte checou o andamento de outras frentes de asfalto. “Estive vendo os serviços no Jardim Santa Helena, Residencial Raposa I e Jardim Colonial”, citou.

O trabalho de drenagem na Rua Alexandre Balan, esquina com Rua Hélio Boneto, também foi acompanhado de perto por moradores, que relataram as dificuldades enfrentadas ao longo do ano e o reconhecimento do trabalho da atual administração. Morador do bairro há 30 anos, o pioneiro Nelson Vitorino, de 86 anos, disse que ao longo destas décadas entrou e saiu prefeito e só restaram promessas. “Com este prefeito eu tinha certeza de que sairia a obra. Veja que 30 anos não são 30 dias. O último prefeito, para se ter uma ideia, nos abandonou completamente, nem a máquina niveladora passou. Com esta obra iniciada, aqui no bairro hoje não tem um morador que não esteja sorrindo”, disse o aposentado.

Já o morador Emerson Nascimento, há 29 anos residindo no Jardim Novo Horizonte, destacou momentos difíceis. “Quando está seco o problema e a poeira e as pedras soltas, que muitas vezes são arremessadas pelos pneus dos carros nas canelas das pessoas que passam, mas quando chove, o drama se multiplica com a lama e a enxurrada, que invade casas e causa muita destruição. Neste tipo de tempo, também não vêm até aqui viaturas como a do Samu e da polícia. Entregador de mercadorias, nem pensar. Tem comércio que não aceita encomenda aqui nem mesmo em tempo seco, dizem que o carro quebra e não vela a pena. Em momentos ainda mais complicados, como já ocorreu em dias de velório, temos que levar no braço o caixão até o asfalto para que o cortejo inicie. É uma humilhação para a família e para todos os envolvidos. Assim também tem que ser feito com os carrinhos de bebês, que a mãe tem que ter ajuda para chegar lá encima (no asfalto). Até quem fim chegou um prefeito de atitude, que falou que ia fazer e agora está fazendo”, depõe Nascimento.

O Jardim Novo Horizonte possui cerca de 400 famílias e outra ação que vem sendo realizada na localidade é a regularização fundiária urbana dos lotes. “O primeiro passo neste sentido já foi dado, com o cadastramento dos moradores pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Tenho compromisso de governo com esta e outras comunidades, que é o de levar asfalto e vou lutar até o último dia de mandato para viabilizar as melhorias”, destacou o prefeito Beto Preto.

Além da Rua Alexandre Balan, o pacote de recursos na ordem de R$1,1 milhão foram conquistados em uma emenda parlamentar do deputado André Vargas, e beneficiam com asfalto a Rua Guapuruvu, no Núcleo Habitacional Afonso Camargo. Do valor total da emenda, R$310,2 mil são de contrapartida do Município.

Segundo o prefeito, o deputado André Vargas já se comprometeu a buscar recursos federais ainda neste ano, junto ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), para pavimentar as demais ruas da comunidade ainda sem asfalto, como as ruas  Hélio Boneto, Jacarandá, Jonas Matulaitis, Pau D´Alho, Benvindo Domingos, Agostinho Fabene, Ana Maria de Almeida, Telmiro Ribeiro, Canela, Carvalho, Seringueira e Mitsuhiro Takagi.