Prefeito Beto Preto e secretário Cheida dão aula de gestão pública em seminário

O prefeito Beto Preto e o secretário estadual do Meio Ambiente, Luiz Eduardo Cheida, na condição de amigos, médicos e gestores públicos, ministraram palestra ontem à noite, no Cine Teatro Fênix, durante o 1º Seminário de Gestão Pública, promovido pelo pólo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) de Apucarana. A bagagem e a experiência profissional dos dois palestrantes contribuíram para atingir o objetivo de transmitir a experiência prática  aos cerca de 300 estudantes que freqüentam os cursos de graduação e pós-graduação em gestão pública do polo.

Premiado pela ONU por seus projetos ambientais e membro titular do Conselho Nacional do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos, Cheida abordou o tema Gestão Ambiental por mais de uma hora. “Esse tipo de evento é importante para agregar conhecimento aos estudantes. A discussão com que está na lida diária ramo de atividade em que vão atuar é extremamente importante para os universitários”, destacou Cheida.

Como ferramenta essencial na Gestão Ambiental, Cheida defendeu políticas públicas para recompensar quem assume postura e prática no dia a dia para evitar agressões ao meio ambiente. “Temos que mudar essa cultura de só punir quem comete crimes ambientais. Temos que bonificar também que faz o contrário. Por que não dar uma redução na taxa de lixo para uma dona de casa que faz o descarte do seu lixo reciclável da maneira correta, como lavando recipientes de leite, suco, iogurte antes enviar para coleta”, exemplificou Cheida.

Com a experiência de vários cargos públicos na área na saúde e de diretor geral da Ouvidoria Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), Beto Preto apresentou um histórico da instalação e consolidação do SUS. “Peguei essa época como estudante de medicina, depois como médico, como gestor e agora como prefeito. Meu compromisso com o Sistema Único de Saúde é muito grande. Na época que atuei no Ministério da Saúde percorríamos o Brasil debatendo, dialogando e apresentando nossa proposta para platéias diferentes. Hoje, estou aqui fazendo esse papel com alunos de gestão pública, contribuindo para formação acadêmica de qualidade”, disse Beto Preto.

O clico de palestras foi encerrado pelo controlador interno do município, Adriano Márcio Rissati, que abordou sobre o “papel do tribunal de contas e da controladoria municipal no controle da gestão pública”.

Destacando a importância do evento no aprendizado os acadêmicos e pós-graduando, a  coordenadora do pólo da UAB, Mara Nicolau, anunciou os planos de promover pelo menos mais dois seminários ao longo do semestre. “Abordar os conteúdos que os alunos estão estudando só vem enriquecer a formação e seu entendimento sobre o processo na prática profissional”, afirmou.