Prefeito autoriza reforma e ampliação de 4 creches

Com investimentos previstos de R$ 2,2 milhões, o Município irá reformar e ampliar quatro Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). O prefeito de Apucarana, Beto Preto, autorizou nesta segunda-feira (16/06) a abertura de processo licitatório para a contratação de empresa se engenharia para a execução das obras. “As unidades praticamente vão dobrar de tamanho, ganhando refeitório, cozinha e banheiros novos. Os projetos estão adequados ás normas de acessibilidade e segurança, garantindo assim mais tranquilidade e conforto para as crianças, pais e servidores”, frisa Beto Preto.

O ato, ocorrido no gabinete municipal, contou ainda com a presença da diretora-presidente da Autarquia Municipal de Educação (AME), Marli Regina Fernandes da Silva e dos engenheiros Herivelto Moreno, superintendente municipal de Obras, e Miriam Elena Favaratto Corbacho, diretora do Departamento de Engenharia da AME.

Nesta etapa, as obras beneficiarão os centros educacionais Ana Luizão Festi (Distrito de Pirapó), Domingos Mareze (Parque Biguaçu), Irmã Dulce (Parque Biguaçu) e Olívio Fernandes (Conjunto Habitacional Tancredo Neves). “A nossa meta é promover a adequação e a melhoria do espaço escolar em outras regiões, chegando a 20 escolas e CMEIs”, projeta Beto Preto.

No CMEI Irmã Dulce, serão reformados 202,35 m2 e as obras de ampliação atingirão outros 174,84 m2. No CMEI Olívio Fernandes, a área reformada também é de 202,35 m2 e a ampliação será de 165,93 m2. “Já no CMEI Ana Luizão Festi, além da reforma em área de 202,35 m2, o centro educacional ganhará mais 233 m2 de área construída. E no CMEI Domingos Mareze a obra contemplará a reforma e ampliação de 86,36 m2”, informa a engenheira Miriam.

De acordo com a diretora-presidente da AME, as obras serão executadas com os recursos constitucionais repassados para o setor de educação do município e visam também adequar a rede escolar a mudanças na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). “Nosso objetivo é melhorar a estrutura e a segurança do ambiente escolar e, ao mesmo tempo, fazer a adequação à legislação”, pontua. A partir de 2015, a educação básica fica organizada em três etapas: pré-escola, ensino fundamental e ensino médio. Antes, apenas o fundamental e o médio eram etapas obrigatórias. Segundo a lei, a educação infantil gratuita deverá ser disponibilizada para crianças entre 4 e 5 anos.