Imagens e objetos do mineiro autodidata Fernando Lucchesi serão expostas no Museu da Inconfidência

A exposição Fernando Lucchesi, imagens e objetos, com criações do mineiro Fernando Lucchesi, será inaugurada no dia 21 de março, sexta-feira, às 20h30, na Sala Manoel da Costa Athaíde, Anexo I do Museu da Inconfidência (Rua Vereador Antônio Pereira, 33, Centro). O público poderá contemplar, gratuitamente, um pouco do trabalho do artista autodidata que centra suas pesquisas nas texturas e formas arquitetônicas coloniais. As experiências cotidianas em Belo Horizonte, Ouro Preto, Nova Lima e viagens pelo Brasil e exterior também se refletem no colorido de sua pintura.

O movimento Barroco, as artes e tradições populares são forte influência, presentes na arte composta, em sua maioria, por formas geométricas sobrepostas. À primeira vista, a obra de Lucchesi, segundo o jornalista especializado em Artes Visuais Walter Sebastião, surge de um foco comum: “uma trama de linhas, pontos, matérias, cor. Espessa o suficiente inclusive para ser percebida até como massa, já que carregam um elemento amorfo, do qual os pontos, onipresentes no espaço, podem ser elementos iluminadores”. Visitação de terça a domingo, das 12 às 18h, até 27 de abril.

Saiba Mais sobre o autor

Fernando Lucchesi nasceu em Belo Horizonte em 1955. Residiu em Ouro Preto, onde teve atelier, e atualmente mora em Nova Lima. Artista autodidata, Lucchesi tem participado, desde a década de 70, de diversas exposições coletivas e individuais em Minas e outras cidades brasileiras, com destaque para sua primeira exposição coletiva, A Paisagem Mineira, em 1977, no Palácio das Artes (Belo Horizonte) e, dois anos depois, sua primeira exposição individual na Fundação de Arte de Ouro Preto.

Outras mostras importantes foram Artistas Mineiros, Funarte, RJ (1979), Luzes de Ouro Preto, Centro Cultural Bamerindus, Curitiba/PR (1995), 15 Artistas Brasileiros, MAM-SP/SP (1996), I Bienal do Mercosul, Porto Alegre/RS (1997), Trajetória da Luz na Arte Brasileira, no Itaú Cultural/ SP (2001), Via BR 040 – longo trecho em aclive, na Plataforma Contemporânea do Museu Imperial, Petrópolis RJ (2003) e Onde Está Você, Geração 80?, Rio de Janeiro RJ, no CCBB (2004).

Foi premiado no salão do Conselho do Estado da Cultura, BH/MG (1980-83), e possui obras no acervo da Fundação Clóvis Salgado, BH/MG; MAP, BH/MG; MAM-RJ; Minas das Artes e Gabinete de Arte da Câmara dos Deputados, Brasília, DF (2005). Sobre sua obra, foi publicado em 1999 o livro-depoimento Fernando Lucchesi, dentro da coleção Circuito Atelier, e o livro Fernando Lucchesi (2000), organizado por Aracy Amaral, ambos pela editora C/Arte.

O QUÊ: Abertura da exposição Fernando Lucchesi, imagens e objetos

QUANDO: 21 de março de 2014, sexta-feira, às 20h30.

ONDE: Sala Manoel da Costa Athaide, Anexo I. Rua Vereador Antônio Pereira, 33.

VISITAÇÃO: 22 de março a 27 de abril de 2014. Terça a domingo, 12 às 18h.

ENTRADA GRATUITA.