Governança Cooperativa em Apucarana discute novas resoluções e fiscalizações

A regional do CREA/PR em Apucarana realizou recentemente a primeira das três reuniões de governança cooperativa programadas para acontecer durante o ano. Antecedendo a plenária do evento, a reunião individual do colegiado de inspetores foi presidida pelo superintende do CREA-PR, engenheiro agrônomo Celso Roberto Ritter quando foram apresentados os resultados da fiscalização em 2013 e o planejamento das ações para 2014. “No triênio 2010/2012 a média anual esteve em torno de 50 mil fiscalizações. Em 2013 esse número subiu para 70 mil e estamos caminhando bem para atingirmos 80 mil neste ano. As metas de janeiro e fevereiro já foram batidas”, anunciou Ritter.

Com a participação de diretores das associações de engenheiros de Apucarana, Arapongas, Ivaiporã e Rolândia, e da Associação dos Técnicos do Paraná (Astepar), uma segunda reunião individual, desta vez do colégio de entidade de classe, foi pautada nas discussões sobre os reflexos positivos da implantação da nova resolução 1032. “As novas regras vieram facilitar a prestação de contas das associações junto ao CREA-PR referente ao termo de mútua cooperação nos repasses das ARTs. O procedimento ficou menos burocrático”, avalia o segundo vice-presidente do CREA-PR, engenheiro civil Herivelto Moreno.

Na plenária dos colegiados, a apresentação do novo formado para recuperação das Anotações de Responsabilidade Técnica (ART), que passa a vigorar a partir de primeiro de abril no Paraná, deu margem a vários questionamentos sobre as novas regras estabelecidas na resolução 1050/2013 do COFEA. As ARTs deverão ser pagas antes do início da obra. Quando não for cumprido esse prazo, será adicionado um custo extra referente à taxa de recuperação, no valor de R$ 238,11.

A plenária dos colegiados foi encerrada com a apresentação do projeto “Paraná Futuro”, a cargo do assessor de assuntos estratégicos do CREA-PR, engenheiro eletricista Luiz Carlos Corrêa Soares. “O CREA/PR está preparando essa ferramenta de planejamento do Paraná, com dados estatísticos sobre muitos aspectos como infra-estrutura, produção agropecuária, população, habitação, formação educacional, entre outros. Esse material vai estar à disposição no site da CREA a partir de meados do ano, mas antes estamos fazendo uma apresentação previa nas reuniões das regionais do conselho”, explica Soares, responsável pela elaboração do projeto.