CDL Caxias acompanha agenda do ministro da Micro e Pequena Empresa na cidade

Guilheme Afif Domingos lançou oficialmente a Redesim e pediu apoio para a aprovação do Novo Simples Nacional

O presidente da CDL Caxias, Davenir Dreher, e a vice-presidente Analice Carrer acompanharam a visita do ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, a Caxias do Sul. A presença do ministro faz parte da agenda Caravana da Simplificação. O evento, que será realizado em todos os estados lança oficialmente a Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) e pede apoio para a aprovação do Novo Simples Nacional, que tramita na Câmara dos Deputados.

Domingos participou do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Rio Grando do Sul (FOPEMEPE/RS) e palestrou na reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul sobre a mobilização pelo novo Simples nacional e pela Redesim.

Davenir e Analice, juntamente com o prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho, o vice-prefeito, Antônio Feldmann, o secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, Francisco Spiandorello, o secretário estadual da Economia Solidária e Apoio a Micro e Pequena Empresa, Maurício Dziedricki, e representantes do Sebrae/RS mostraram o ônibus do Programa Linha da Pequena Empresa.

Sobre a Redesim

A Redesim é um sistema integrado que permite a abertura, fechamento, alteração e legalização em todas as Juntas Comerciais do Brasil, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia aos micro e pequenos empreendedores. A iniciativa tem como objetivo reduzir o prazo do processo dos atuais 150 dias para, no máximo, cinco dias.

O Portal da Redesim será apresentado em junho. Por esse motivo, o ministro vai visitar todos os estados e prepará-los para a adesão à rede. “Queremos anunciar a campanha “Pense Simples”, que vai motivar os órgãos públicos de todos os âmbitos para simplificar procedimentos e facilitar a vida do cidadão e do empreendedor”, adianta Afif Domingos.

Outro ponto da Redesim é o registro único. Com isso, a identidade da empresa será exclusivamente o número do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), eliminando o registro no município, no estado e em outros órgãos, com o objetivo de suprimir a repetição de informações que aumenta a burocracia.

Sobre o Simples Nacional

O projeto do Novo Simples Nacional vai permitir que as empresas sejam classificadas pelo faturamento e não mais pelos setores que atuam. Permitirá também que a substituição tributária seja extinta ou tenha um abatimento na íntegra para as empresas de pequeno porte.