Capacitação reúne educadores do ciclo de alfabetização em Apucarana

A Autarquia Municipal de Educação (AME), da Prefeitura de Apucarana, realizou nesta quinta-feira (27/02), no polo presencial da UAB, a primeira reunião do ano com as orientadoras e professoras da rede municipal envolvidas no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Uma iniciativa da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), com envolvimento dos Estados e Municípios, a meta é assegurar em todo o Brasil a plena alfabetização de todas as crianças da rede pública até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

Em Apucarana, as ações do pacto vêm sendo realizadas deste o ano passado, por intermédio de técnicos formadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que realizam orientações bimestrais, seminários e outros encontros com orientadoras e professoras da rede municipal. “Os trabalhos visam elevar a qualidade do ensino em sala de aula levado todos os dias a cerca de 4 mil crianças dos 1º aos 3º anos das 36 escolas da nossa cidade, evitando que elas cheguem ao 3º ano com defasagem de aprendizado e com isto necessitem ser reprovadas”, frisa professora Marli Regina Fernandes da Silva, secretária Municipal da Educação.

Segundo Marli, o projeto tem sido importante para que distorções sejam corrigidas e a grade curricular atenda efetivamente às necessidades do educando. “No final do ano passado, já com base nos novos conhecimentos, realizamos uma adequação curricular, fixando o que o aluno deve aprender, até a conclusão de cada ano, para que chegue ao final do terceiro ano do ensino fundamental letrado”, explica a secretária.

Na sua avaliação, os resultados dos trabalhos assimilados e colocados em prática durante o primeiro ano de participação no PNAIC já começam a ser percebidos em Apucarana. “Ainda não quantificamos isto em porcentagem, mas os professores já relatam muitos avanços e apresentam-se bastante motivados para a sequência das atividades neste ano. Temos inclusive um projeto elaborado dentro do PNAIC em 2013 que foi levado pela UEM a Fortaleza para ser apresentado como referência, exemplo de boas práticas elaboradas por nossa cidade e região”, comemora a secretária.

Coordenadora do projeto referenciado pela UEM e orientadora na Escola Municipal José de Alencar, no Distrito de Vila Reis, a professora Gislaine Andrade Ockner relata que o PNAIC tem efetivamente dado um bom suporte aos educadores do ciclo de alfabetização. “Esta fase (1º ao 3º ano) é primordial para a vida educacional do aluno, por isso é imprescindível que o professor esteja bem preparado para trabalhar em sala de aula, transmitindo de forma consistente e respaldada o conteúdo de maneira com que o aluno conclua este clico não apenas sabendo o que é o “a e i o u”, mas saia lendo”, definiu a educadora.