Associações assinam renovação de termos de cadencia de equipamentos em Alto Paraíso

As associações de produtores rurais do município de Alto Paraíso, juntamente com o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) reuniram-se na sede da Associação dos Cafeicultores de Alto Paraíso, para assinarem os termos de renovação de cedência de equipamentos. Os equipamentos são cedidos às associações, para que as mesmas possam usufruir dos bens tais como; tratores, equipamentos agrícolas, tanques de resfriamento, roçadeiras, entre outros cedidos pela prefeitura através da secretaria municipal de agricultura, que tem a obrigação de elaborar os termos que devem ser assinados pelos representantes das associações e os mesmos devem prestar contas desses equipamentos para a referida secretaria.

Para o chefe do executivo Marcos Aparecido Leghi (Marcão-PMDB), os equipamentos cedidos, faz com que os produtores possam produzir mais e de forma melhor, agregando mais valor à produção, facilitando assim a vida do produtor rural. “O trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretaria de agricultura vem de encontro ao que queremos para o município e os produtores, no sentido de trazer mais tranquilidade para o Homem do campo, fomentando assim a produção segura e garantindo a permanência do Homem do campo em suas lavouras”. Concluiu o prefeito Marcão (PMDB).

O secretário municipal de agricultura Antônio Francisco, durante a reunião com os representantes das associações, passou algumas informações aos produtores no sentido de orienta-los, com referência aos trabalhos que estão sendo feitos pela secretaria de agricultura e a forma de atendimento que os produtores terão naquela secretaria. “Estamos preocupados com a legalização desses equipamentos, pois o prefeito Marcos Aparecido Leghi, exige um bom atendimento ao Homem do campo e principalmente no que tange a legalização dos equipamentos cedidos para as associações, no sentido de evitar problemas para aos associados e para a municipalidade.” lembrou o secretário.

A reunião contou com a presença da presidente do Clube de Diretores Lojistas (CDL) do município, Juliana Cerqueira, para esclarecer aos associados as novas normas, que devem constar nos novos termos de cedência, visto algumas mudanças nas leis que regem essa questão, haja visto que, já existe associação com um valor que supera meio milhão de reais em equipamentos cedidos para a mesma.