Apucarana vai ensinar língua de sinais a servidores municipais

Os funcionários das secretarias Municipais da Assistência Social, da Mulher e Assuntos da Família, Indústria e Comércio, Agência do Trabalhador e do Centro de Qualificação Total de Apucarana iniciam neste próximo dia 19, a partir das 15 horas, capacitação em LIBRAS (Língua Brasileira dos Sinais). As aulas serão realizadas no Polo Presencial de Apucarana da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e fazem parte de uma parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). 

Segundo destaca o prefeito Beto Preto (PT), o objetivo da iniciativa é inserir os servidores municipais na “cultura dos surdos” através do desenvolvimento da LIBRA em seus aspectos gramaticais, linguísticos e sintáticos. “Com esta capacitação, nossos funcionários certamente poderão oferecer uma melhor acolhida às pessoas surdas atendidas nestas secretarias, humanizando e propiciando a interação e o melhor contato com os surdos, culminando em um atendimento mais digno e adequado para esta fatia da população”, conclui o prefeito.
Não haverá custo algum ao servidor. A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é a língua de sinais (língua gestual) usada pela maioria dos surdos dos centros urbanos brasileiros e reconhecida por lei federal. É derivada tanto de uma língua de sinais autóctone quanto da língua gestual francesa; por isso, é semelhante a outras línguas de sinais da Europa e da América. A LIBRAS não é a simples gestualização da língua portuguesa, e sim uma língua à parte, como o comprova o fato de que em Portugal usa-se uma língua de sinais diferente, a língua gestual portuguesa (LGP).