Apucarana fará nova chamada de aprovados em concurso

Os candidatos aprovados no concurso público realizado pela Prefeitura de Apucarana no mês de fevereiro, e convocados na semana passada para investidura nos cargos, compareceram nesta quinta-feira (20/03) ao salão nobre do prédio central para uma reunião de instrução e de boas-vindas com o prefeito Beto Preto (PT).

Dos 87 convocados, apenas 51 se apresentaram para assumirem funções nos cargos de auxiliar de serviços gerais (25 dos 41 chamados), para operário (16 dos 21 chamados), para motorista de veículo pesado (14 dos 15 chamados), para pedreiro (sem ausência), para pintor (sem ausência), para eletricista (sem ausência) e para encanador (sem ausência), por isto o gestor anunciou que novo edital de convocação deverá ser publicado nos próximos dias para suprir os desistentes.

“Nossa casa aqui, a Prefeitura de Apucarana, precisa atender bem o nosso povo. Estava faltando um número significativo de pessoas e podemos chegar inicialmente a chamar cerca de 90 convocados”, disse Beto. Ele salientou que em breve haverá grande necessidade de eletricistas. “Estamos prestes a assumir toda a iluminação pública da cidade, o que vai nos demandar bastante serviço nesta área”, lembrou.

Aos auxiliares de serviços gerais e motoristas, o prefeito fez recomendações especiais, uma vez que vão atuar junto a instituições de ensino, como centros de educação infantil e escolas. “Vocês vão lidar diariamente com crianças, que são valiosas, são das famílias que utilizam o nosso serviço de educação pública e que nós queremos o maior respeito, muita tolerância, paciência, para que elas recebam o melhor tratamento possível, sejam bem abraçadas deste a entrada no ônibus até a limpeza da escola, pois elas merecem”, pediu.

A superintendente de Recursos Humanos, Rosmeire Rivelini, salienta que os convocados devem tomar posse nos próximos dias. “Os que compareceram a esta reunião são aqueles que já passaram por exame médico admissional e que estão também na fase de apresentação da documentação exigida. Estando tudo em conformidade, a posse deve ocorrer dentro de uma semana, com todos sendo conduzidos aos seus postos de trabalho”, explica. Ela ratifica a possibilidade de novas convocações e orienta os candidatos que estão na fila de espera a ficarem atentos aos editais. “Não vamos enviar correspondência e nem ligar, o candidato deve acompanhar as publicações que são feitas no site da prefeitura e também na forma impressa, no jornal da cidade”, lembra Rosmeire.

Pela atual necessidade da prefeitura, os cargos com maior número de novos chamamentos devem ser para as funções de auxiliar de serviços gerais e operário. “Isto para suprir as vagas não ocupadas nesta primeira convocação”, finaliza a superintendente. O concurso público tem validade de dois anos, prorrogável por igual período.