Ao Som do Joanes apresenta música, coreografia e arte circense em sua 2ª edição

Quem é você? É com esta provocação reflexiva que a Companhia de Dança Estúdio E Arte inicia a segunda edição do Projeto ao Som do Joanes, neste sábado (27), às 17 horas, no Terminal Turístico de Portão, no quilômetro 7,5 da Estrada do Coco, em Lauro de Freitas. A apresentação interpretada pelo coreografo Deivison Antunes é baseada na história de dois jovens que passam boa parte do tempo buscando conhecer um ao outro. E são os jovens do Grupo Bambolê, por sinal, que fará a recepção do público na frente do Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão. Intervenções artísticas, misturando técnicas do teatro, da dança e da arte circense, envolverão o público que chegar ao espaço antes da apresentação da Banda de reggae Zimbabwe Roots. No embalo das festas de fim de ano, a banda traz no repertório canções que pregam o amor e a fraternidade. Formada em 1998, inicialmente por amigos de infância, Zimbabwe Roots promete levar uma mensagem de esperança e encorajamento na conquista pela liberdade, com canções de Bob Marley e trabalhos autorais da banda, como Churumelas, Cara de Mente, Luz do Senhor e Sonho de Mim.

O Projeto – Ao Som dos Joanes foi uma das 13 propostas contempladas em 11 territórios de identidade do estado no edital de Dinamização de Espaços Culturais através do Fundo de Cultura da Bahia. O projeto acontece quinzenalmente aos sábados, às 17 horas, até o dia 30 de maio de 2015 no Terminal Turístico de Portão, na Estrada do Coco.

SERVIÇO:

O quê: Ao Som do Joanes.

Quando: 27 de Dezembro de 2014.

Horário: 17h.

Atrações:
Zimbabwe Roots

Intervenções artísticas e culturais:
Companhia de Dança Estúdio E Arte e Grupo Bambolê

Onde:
Terminal Turístico de Portão, Estrada do Coco, km 7,5, Lauro de Freitas. (Área externa da Secretaria de Cultura).

Quanto:
Entrada Gratuita.