Sonda da Faxe Drilling estará em exposição na área externa da OTC-Brasil 2013

Pela primeira vez no país, uma sonda desse modelo é apresentada em um evento de petróleo

 A Faxe Drilling fará uma grande participação na Offshore Technology Conference Brasil (OTC Brasil), que acontece de 29 a 31 de outubro no Rio de Janeiro. A empresa busca adaptar-se às necessidades do mercado petrolífero, principalmente no segmento de engenharia, e fará a exposição da Sonda Faxe, modelo Drillmec, na área externa do evento, em frente ao pavilhão 1. Pela primeira vez no país, uma sonda desse modelo é apresentada em um evento de petróleo.

A Sonda Faxe possui tecnologia de ponta internacional e introduz um conceito inovador de tecnologia hidráulica aplicada à perfuração de petróleo e gás, com capacidade de prospectar óleo e gás a 4 mil metros de profundidade ou 300 toneladas de tração em terra.

A capacidade de perfuração aliada à eficiência dos colaboradores da Faxe Drilling está trazendo resultados muito positivos para a empresa que conta, com duas dessas sondas: a Faxe 1 e a Faxe 2, operando no estado de Minas Gerais desde 2012, nas cidades de João Pinheiro e Presidente Olegário. Na região fazem a perfuração de poços pioneiros, nos blocos da operadora Petra Energia, e, ambas as sondas, têm operado a 99% de sua capacidade, sem Down Time.

Em comparação a essas sondas, as Faxes 1 e 2 se diferem das mais antigas por agregarem grandes benefícios. De acordo com o gerente de Projeto, Claudionor Frederico, as sondas Faxe são inovadoras, principalmente no quesito segurança. “Devido ao fato de serem automáticas, exigem o mínimo de contato entre o homem e a máquina. Outra vantagem é a maior potência e rapidez nas operações, além da agilidade na desmontagem e montagem”, explica.

A exploração de gás natural em Minas Gerais vem aumentando a cada dia. No ano passado, quando a Petra, empresa que contratou as Sondas Faxe 1 e 2, iniciou as atividades de perfuração, os investimentos previstos para as cidades de Patos de Minas e Presidente Olegário chegaram a R$ 360 milhões. Em 2013, a previsão é de R$ 450 milhões.

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) já autorizou a exploração de gás em 39 blocos localizados na região da bacia do São Francisco, que corresponde a um terço do território mineiro.

Sobre a OTC-Brasil

Este é um dos principais eventos mundiais para o desenvolvimento dos recursos offshore nas áreas de perfuração, exploração, produção e proteção ambiental. Grandes líderes da indústria do mundo todo compartilham suas perspectivas e previsões sobre investimentos no mercado.

Na grade de programação da OTC Brasil 2013 estão, além da exposição das empresas, encontro de lideranças e associações profissionais, palestras, sessões técnicas, programas profissionais para estudantes, entre outros.