Prefeito assina ordem de serviço para obras no Parque do Canal

Após o trabalho de limpeza geral, feito por funcionários do próprio município, o prefeito Beto Preto assinou nesta quinta-feira (12/12) ordem de serviço para a reconstituição do leito por onde passa o Córrego Jaboti. Esta é mais uma etapa no processo de implantação do Parque do Canal 70 anos, uma nova área de lazer que está sendo viabilizada nos fundos do Senac,  entre as ruas Urânio e Noboru Fukushima.  O valor do contrato é de R$ 69.500 e a empresa que executará os serviços é a Construtora Rocha, de Bom Sucesso.

Além da recomposição do canal, que foi construído originalmente com pedra argamassada, a empresa contratada colocará um gradil de proteção com tubos metálicos. Paralelamente, a Prefeitura abrirá novas frentes de trabalho no local para executar todo o projeto, que prevê ainda a construção de uma pista de caminhada, uma academia de ginástica ao ar livre e sistema de iluminação composto por 40 postes com lâmpadas de 200 watts. “Numa outra etapa pretendemos ainda implantar neste espaço uma concha acústica e, ainda em 2014, prolongar a pista de caminhada chegando até as proximidades do Lago Jaboti”, anuncia Beto Preto.

O ato, realizado no gabinete municipal, contou ainda com a presença do ex-prefeito Woldimir Maistrovisk (Mirão), dos proprietários da empresa, Selma Porfírio Nicolau e Farid Nicolau Junior, e do vice-prefeito Sebastião Ferreira Martins Junior (Junior da Femac), além de secretários e diretores municipais. “O canal foi construído há 32 anos na gestão do Mirão e por isso o convidamos para que estivesse presente. É um patrimônio público que não recebeu o devido cuidado e estava abandonado, escuro e com vários pontos de descarte de lixo. Hoje, com a limpeza geral que fizemos, o cenário já é outro. Queremos entregar o espaço em janeiro, nas festividades de aniversário, garantindo às famílias apucaranenses mais uma área de lazer”, ressalta Beto Preto.

Mirão agradeceu o convite e disse que o atual prefeito possui visão de futuro. “Poucos gestores se preocupam em fazer a devida manutenção do patrimônio público e em preservar o meio ambiente. Quando fui prefeito também tomei medidas que garantiram a preservação de muitos espaços e que viraram marcos na proteção do meio ambiente”, afirma, citando como exemplo a mata nativa localizada nas proximidades da Represa do Schimidt.

O vice-prefeito, secretário de Obras e diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), Junior da Femac, lembra que recentemente o Município interveio para evitar que mais obras públicas fossem construídas nas imediações do Parque Jaboti. “Conseguimos realocar a obra do Cisvir para outra região da cidade, próximo do Terminal Rodoviário, tirando a edificação de uma área ambiental e de lazer. Além disso, agora o município está iniciando um processo de revitalização de todo este espaço”, frisa.