Porto Real promove apresentações teatrais na Sala de Cultura

Desde a viagem dos sonhos imaginários até o universo rico e pitoresco de Monteiro Lobato, os alunos da Escola Municipal Eliana Provazi puderam conferir nas apresentações teatrais: “A Viagem do Barquinho” e “Sítio do Pica Pau Amarelo”.  Sob direção e roteiro do coordenador da Escola de Teatro Atuar da Fundação Porto Real, o ator Paulo Rangel, o evento contou com a participação da prefeita Maria Aparecida da Rocha, a Cida, que afirma que a riqueza de detalhes proporcionada pelo teatro é algo que impulsiona o crescimento intelectual, sobretudo na infância e adolescência: “Crescer é adquirir conhecimento. Vocês estão crescendo e aprendendo, dando o melhor de vocês. É um prazer poder ver tanto talento, e ter essa oportunidade que eu não tive quando tinha a idade de vocês”, destaca Cida. A coordenadora da Sala Cultural, Eliana Lucinda, disse que tem promovido eventos do tipo pelo menos duas vezes por mês e que as apresentações culturais são abertas a toda a população. O diretor e roteirista das peças teatrais buscou inspiração na obra de Sílvia Ortoff para o musical “A Viagem do Barquinho” que conta a história de uma menina em busca do barquinho de papel perdido pelo mar, e em Monteiro Lobato para contar as peripécias de Emília, a boneca de pano e sua turma já tão conhecida pelo grande público. Paulo Rangel assegura  a importância da parceria desenvolvida entre a prefeitura e a Fundação Porto Real: “São três de uma aliança de sucesso. Essa turma que se apresentou hoje é inédita e é bastante talentosa. A maioria de nossos alunos da Escola de Teatro vem da Rede Pública de ensino de Porto Real, comemora o ator. As apresentações teatrais têm o apoio da Divisão de Cultura da Secretaria Municipal de Educação. Os interessados em participar da Escola de Teatro Atuar, devem procurar a sede da Instituição, à Rua H, no Bairro Nova Colônia para realizarem sua inscrição.