Porto Real é premiado em II Mostra de Experiências Exitosas em Saúde

A EXPO-VS reúne os 12 municípios da região do Médio P

Foi realizada em Volta Redonda, a II Mostra de Experiências Exitosas em Saúde da Região do Médio Paraíba, a EXPO-VS. O evento, que traz as melhores experiências desenvolvidas pelos municípios da região na área de saúde, reuniu 12 municípios: Porto Real,Volta Redonda, Barra Mansa, Resende, Barra do Piraí, Piraí, Rio das Flores, Paraíba do Sul, Pinheiral, Rio Claro, Itatiaia e Quatis. Porto Real enviou cinco trabalhos para que participassem da seleção que poderia ser apresentada em forma de palestras ou apresentação em banner.

Ao final da seleção, dois trabalhos desenvolvidos pelo município foram aprovados pela comissão do evento e participaram da EXPO-VS. Na apresentação em pôster foi eleito o trabalho feito pela Estratégia de Saúde da Família, em parceria com os educadores físicos da Divisão de Esporte, denominado “Estratégia de Intervenção e Melhoria da Qualidade de Vida, Através da Prática de Atividade Física ou Orientada”.  O pôster faz menção à Caminhada Orientada, uma atividade física que em Porto Real é indicada por médicos para pacientes acometidos por diabetes e hipertensão. Além de atividades físicas, os pacientes participam de palestras educativas. Somente no ano passado, quase 22 mil procedimentos foram realizados na Caminhada Orientada. O trabalho foi premiado durante a mostra e será publicado na Revista do COSEMS-RJ (Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro).

Para a modalidade oral, expressa através de palestras, foi aprovado o tema Teatralização no PSE (Programa Saúde na Escola), ministrado pelo Coordenador do PSE em Porto Real, o doutor em Ciências Biológicas pela UFRJ, Fredson Serejo. O tema trouxe à discussão a importância da abordagem de assuntos sérios de forma lúdica, tornando os próprios alunos como multiplicadores da questão abordada.

“Muito mais que multiplicadores da temática, os alunos se tornam verdadeiros transformadores de opinião”, relata Serejo. O trabalho foi baseado em três peças de teatro, feitas por funcionários do município, que tinham como tema a odontologia, produzida pela Unidade de Saúde da Família do Jardim das Acácias; o bulling, idealizado e produzido pelo CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e a dengue, composta por funcionários da Vigilância Sanitária. O trabalho foi bastante elogiado e aplaudido pelos espectadores, destacando-se pela forma bem humorada de abordar o assunto. “Antes da peça sobre a dengue, por exemplo, muitos não atendiam o Agente de Endemias, agora o filho pede: “Pai abre a porta. É da dengue”. Na mesma hora o profissional é atendido”, comemora ele.