População vai eleger conselheiros tutelares em Apucarana

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Apucarana (CMDCA) está convocando todos os apucaranenses com título de eleitor, quites com a Justiça Eleitoral, para participar neste domingo (22/12) da eleição dos novos conselheiros tutelares. O pleito acontece das 8 às 17 horas, no Polo Presencial Apucarana da UAB – Praça Rui Barbosa, nº 12 – e, além do título, o eleitor deverá apresentar um documento oficial com foto, como RG, Carteira de Trabalho ou Carteira de Habilitação. Serão três cabinas para votação secreta.

Após duas fases classificatórias, documental e prova seletiva, habilitaram-se sete candidatos, que foram apresentados oficialmente à sociedade nesta quarta-feira (18/12) no gabinete do prefeito Beto Preto (PT). Na ocasião, a comissão responsável pelo processo seletivo realizou o sorteio dos números e a disposição dos nomes dos candidatos na cédula de votação. “Os sete concorrem a cinco vagas de membros titulares para um mandato de dois anos que se inicia logo na segunda-feira, dia 23, com a posse”, esclarece Caio Augusto Pezarini Salinet, presidente do CMDCA. O eleitor deverá escolher apenas uma opção. “Na cédula de papel, ele deverá assinalar o candidato da sua escolha com um xis”, informa.

Com a missão de fazer cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), cada conselheiro tutelar deverá atuar no regime de 40 horas semanais, mais plantões, com vencimentos correspondentes a R$2.250,00.

A expectativa é de que pelo menos 3 mil apucaranenses compareçam às urnas neste domingo. “Realizamos esta reunião de homologação, aberta à imprensa, para de forma transparente mostrar que todo o processo desta eleição é norteado pelo senso da democracia. A projeção é de que tenhamos cerca de 3 mil votantes, mas na minha visão ainda é muito pouco, pois representa apenas 4% do nosso eleitorado total. Quero conclamar a todo nosso povo para surpreender, comparecendo em massa ao Polo da UAB para eleger os próximos conselheiros tutelares de Apucarana”, pediu o prefeito Beto Preto. De antemão, ele fez uma solicitação expressa aos candidatos. “Peço desde já que uma vez eleito, ou eleita, possa dar o máximo para proteger e preservar os direitos das nossas crianças e adolescentes, mantendo-se sempre alertas é à disposição dos chamamentos”, concluiu.

Após a posse, nesta segunda-feira, já está previsto o início de uma capacitação específica. “Neste treinamento serão abordados temas diversos relacionados ao dia a dia do conselheiro tutelar”, reiterou Caio Salinet, presidente do CMDCA.

 

Breve perfil dos candidatos ao Conselho Tutelar de Apucarana

 - Amanda Albrecht de Jesus

Profissão: Assistente Social

Experiência: atuou na Vara da Criança e do Adolescente e na Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social

Número na cédula: 09

- Fernando de Azevedo Vieira

Profissão: Administrador de empresas

Experiência: atuou em escola de ensino infantil

Número na cédula: 03

 - Luiz Carlos Pereira

Profissão: bancário aposentado

Experiência: atuou em projetos de profissionalização de jovens antes e depois da aposentadoria, como o Projovem Urbano, Jovem Aprendiz e em uma organização não-governamental.

Número na cédula: 07

- Alexandre Machado da Silva

Profissão: servidor público municipal/Assistência Social

Experiência: atuou com adolescentes em entidades sociais como C.A.S.A e Recanto da Criança Allan Kardec.

Número na cédula: 18

- Fabiana Vieira da Silva

Profissão: acadêmica de Serviço Social/Fecea

Experiência: estágio na Secretaria Municipal da Assistência Social/Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS)

Número na cédula: 17

- Jean Chemoune Rech

Profissão: Assistente Social

Experiência: Atuou com adolescentes em entidades sócias como C.A.S.A e Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social. Recém formado, teve como TCC projeto na área da criança e do Adolescente.

Número na cédula: 08

- Joile Cristina Simionato Mallmann

Profissão: Assistente Social/Conselheira Tutelar

Experiência: É a única conselheira da atual gestão que busca nova eleição. Atuou ainda em organização não-governamental voltada à criança e adolescente e na Clínica Infantil Sonhos de Criança da Autarquia Municipal da Saúde (AMS).

Número na cédula: 05