Licitação define empresa para varrição de ruas em Apucarana

A partir da segunda quinzena de janeiro, a varrição manual das vias centrais de Apucarana vai estar a cargo da Costa Oeste Serviços de Limpeza Ltda., de Medianeira (PR). Com a proposta de R$1.078.740,00, a empresa especializada venceu nesta sexta-feira (20/12) o certame aberto pela Secretaria de Obras na modalidade concorrência pública. O prazo do contrato, que deve ser formalizado depois de pareceres da Procuradoria Jurídica (Secretaria de Governo) e da Controladoria Interna (Secretaria de Gestão Pública), é de 12 meses a partir da assinatura.

De acordo com o secretário de Gestão Pública, Nikolai Cernescu Júnior, três empresas apresentaram proposta, sendo uma desclassifica por não apresentar uma das documentações exigidas em edital. “A empresa vencedora ofereceu R$48,75 por quilômetro varrido, contra R$54 da segunda colocada”, detalha o secretário.

O prefeito Beto Preto (PT) destaca que a licitação além de possibilitar a contratação de uma empresa que vai poder prestar um serviço de melhor qualidade para a população, gerou cerca de R$300 mil de economia aos cofres municipais, já que o valor máximo total para gastos previstos no edital era de R$ 1.327.680,00.  “O serviço será medido por quilômetro efetivamente varrido e vamos realizar constantemente avaliação da qualidade do nível técnico dos trabalhos e dos resultados”, informa o prefeito.

Ao assumir a prestação de serviços, a Costa Oeste deverá manter em atividade pelo menos 50 varredores, além de arcar os encargos sociais, equipamentos de segurança e uniformes, além dos equipamentos (carrinhos) e sacos plásticos. O pagamento será feito após comprovação da realização do trabalho. A fiscalização do cumprimento do contrato caberá a Secretaria de Serviços Públicos. Na área central, a varrição será diária, enquanto nos bairros pelo menos três vezes por semana.

A empresa contratada deverá, quando convocada, executar os serviços de varrição nos dias em que houver eventos públicos em ruas, avenidas, praças e parques, tais como feiras, festas, shows, exposições, entre outros. Segundo informa o secretário de Obras, Júnior da Femac, os serviços de varrição manual com remoção, recolhimento e transporte de detritos depositados em gramados e canteiros centrais de avenidas, deverão ser executados nas vias públicas, logradouros públicos da sede e dos distritos. “Estima-se o quantitativo médio mensal de até 1.844 quilômetros de varrição manual”, esclarece. Os resíduos resultantes desse serviço deverão ser encaminhados ao aterro sanitário do município no prazo de 24 horas após a varrição, sendo as despesas de coleta e transporte por conta da contratada.

Estão contemplados no contrato, a área central, Barra Funda, Vila Formosa e Jardim São Pedro, Regiçao do Clube 28 e Jardim Apucarana, região do Colégio São José, Núcleo Habitacional João Paulo, Vila Regina, Núcleo Afonso Camargo, pátio de máquinas, Sanches dos Santos, jardins América e Ponta Grossa, Núcleo Recanto do Lago, Jardim Tibagi e Núcleo Adriano Correia, Jardim Interlagos, Jardim Europa, Loteamento Parque da Raposa, distritos de Pirapó, Caixa de São Pedro, Vila Reis e Correia de Freitas.