CREA fecha ano com destaque na fiscalização e valorização profissional

Com enfoque no crescimento do número de fiscalizações, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR), engenheiro Joel Krüger, apresentou pessoalmente, na quarta-feira (20), em Apucarana, durante a última reunião de Governança Cooperativa do ano na regional local, um balanço das atividades realizadas pelo conselho em 2013. “É gratificante terminar o segundo ano da minha gestão com as estratégias de atuação apresentando resultados positivos. Isso é consequência de um trabalho de equipe feito por funcionários, inspetores, conselheiros e entidades de classe”, observou Krüger.

Cumprindo uma das estratégias da sua gestão, Krüger implantou neste ano um novo modelo de fiscalização no estado, visando melhorar tanto a qualidade como a quantidade desta atuação desempenhada pelo CREA. O resultado prático pode ser medido fazendo um comparativo entre 2012 e 2013. Em menos de um ano, o número de fiscalizações saltou de 27.856, o total registrado ano passado, para 59.226 até dia 18 de outubro passado. “Vamos fechar o ano atingindo tranquilamente nossa meta de 69 mil fiscalizações. Para 2014 pretendemos chegar a 80 mil”, adianta Krüger.

Segundo Krüger, esse incremento na fiscalização tem um reflexo direto na sociedade como um todo, seja na forma de segurança das obras, na proteção ambiental e na saúde pública. “A sociedade tem que entender que a segurança está acompanhada da prestação de serviços por bons profissionais”, enfatiza.

A relação com as associações de engenheiros vem atingindo níveis cada vez mais satisfatórios, numa conseqüência direta da criação, pelo presidente Krüger, em 2012, dos Colégios de Entidades Regionais do CREA-PR (CDER). Trata-se de um órgão consultivo e formado pelas 85 entidades de classe do Paraná que passarão a participar ativamente das decisões e discussões pertinentes à atuação do Conselho.

A acessibilidade também teve destaque neste ano. A discussão sobre o tema foi levada a todo o estado, através da realização do Fórum de Acessibilidade nas sedes das oito regionais do CREA e outras cidades dentro da área de abrangência de cada uma.

Para 2014, além de consolidar o novo processo de fiscalização, Krüger anuncia um trabalho com ênfase na mobilidade urbana e na destinação dos resíduos sólidos urbanos. “É de caráter permanente a nossa busca pela valorização da profissão e dos profissionais, tanto no setor público como privado”, acrescentou.

Durante a última reunião da Governança Cooperativa, Joel Krüger também participou da entregue de certificados aos profissionais da regional de Apucarana que se destacaram em suas áreas de atuação durante o ano. A premiação, criada neste ano pelo CREA, foi concedida ao engenheiro civil Josenél Pacheco Toth, de Apucarana, recebeu o título de “Profissional Destaque do Ano”. O ex-presidente da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Arapongas (ASENARAG) por dois mandatos, o engenheiro eletricista Fauzi Geraix, foi o escolhido na categoria “Carreira Profissional”.

Professor da Unifil, em Londrina, o engenheiro civil e mestre em Engenharia de Edificações e Saneamento, Marlon Eduardo Rodrigues, por sua vez, ganhou a certificação de “Educador do Ano”.