Assinado protocolo de Criação do Consórcio PRIQ que reúne Porto Real, Resende, Itatiaia e Quatis na geração de trabalho e renda

 A assinatura do protocolo do Consórcio PRIQ, que envolve Porto Real, Resende, Itatiaia e Quatis foi realizada no Espaço Z, em Resende. A intenção do PRIQ é unir os quatro municípios considerados Microrregião das Agulhas Negras na geração de trabalho e renda. Participaram do evento os secretários municipais de Trabalho e Renda, Eduardo Linhares, Kiko Besouchet, Anderson Luiz dos Santos e Heitor José Machado e os presidentes das Câmaras de Vereadores de Porto Real, Sérgio Hotz e de Quatis, Celso Pineschi. De acordo com levantamento do Cluster Automotivo, que também é um consórcio, com a chegada de mais três montadoras na região, Nissan, Hyundai e Land Rover, serão gerados mais 30 mil empregos nos próximos cinco anos e, por incrível que pareça, a oferta será maior que a demanda por falta de qualificação profissional. Daí a necessidade de juntar os municípios e qualificar profissionais pra preencherem as vagas oferecidas. “ É o futuro em nossas mãos. Uma grande responsabilidade que tenho desde que a prefeita de Porto Real Maria Aparecida da Rocha Silva, a Cida me colocou à frente da Secretaria de Desenvolvimento Trabalho e Renda. Não vamos deixar escapar vagas que podem ser assumidas por trabalhadores do nosso município. O PRIQ envolvendo Porto Real, Resende, Itatiaia e Quatis chega pra somar esforços, definitivamente a união em busca de interesses na política de trabalho e renda”, falou Eduardo Linhares. De acordo com o secretário de Trabalho e Renda de Resende, o PRIQ é um desafio que a partir de agora será encarado por oito mãos. “Primeiro quebramos o gelo depois deixamos a vaidade de lado e agora entramos em ação na busca de crescimento com um único pensamento: gerar trabalho e renda, uma data histórica que marca o início do crescimento da nossa microrregião”, conclui Kiko Besouchet. O protocolo de intenções foi assinado pelos quatro secretários e será encaminhado as Câmaras de Vereadores de cada município envolvido para que seja aprovado e entre em vigor. “Esse é um grande momento, um modelo único espelhado em atitudes que vimos em outros países para o bem comum. Nosso objetivo não é trocar moedas é gerar a possibilidade de prosperar com a mão de obra qualificada. Cinco de dezembro de 2013, um dia pra lá de significativo, inesquecível principalmente para nossos jovens que sonham em entrar no mercado de trabalho aptos para a competição”, falou o presidente da Câmara de Vereadores de Porto Real, Sérgio Hotz.  O secretário de Trabalho e Renda de Itatiaia, Anderson Luiz dos Santos também elogiou muito a iniciativa e fez questão de ressaltar a relevância da criação do PRIQ. “Essa conquista beneficia todas as quatro cidades não só na geração do trabalho e renda mas também na perspectiva do jovem, na auto estima de cada um deles sabendo que estamos lutando por um futuro promissor”, concluiu o secretário. O orçamento dos quatro municípios envolvidos chega a R$ 1 bilhão em 2014. O número chamou a atenção dos secretários por ser expressivo possibilitando investimentos em escolas profissionalizantes. “O PRIQ, com certeza será aprovado por nossos vereadores dos municípios envolvidos e vai possibilitar essa união e força na busca de qualificação dos nossos trabalhadores e na geração de emprego e renda. Nada mais agradável do que terminar o ano tendo a união e a força juntas”, falou Heitor José Machado, secretário de Trabalho e Renda de Quatis.