Apucarana vai ganhar Centro Esportivo de R$ 3,5 milhões

Prefeito assina convênio hoje, em Brasília, garantindo

uma unidade do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE)

 O prefeito Beto Preto (PT) embarcou para Brasília nesta segunda-feira (09/12) e deve assegurar mais uma conquista para Apucarana junto ao Governo Federal. Em evento previsto para as 14h30 de hoje (10), com a participação do Ministro do Esporte, Aldo Rebelo e da Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, a cidade deve receber oficialmente a confirmação da liberação de cerca de R$ 3,5 milhões, a fundo perdido, para a construção de um moderno Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) em área de 7 mil metros quadrados junto ao Parque do Japira, no Jardim América.

Com a importante articulação política em Brasília por parte do Deputado Federal André Vargas (PT), Apucarana está sendo contemplada com o “Modelo III”, o maior oferecido pelo Governo Federal dentro deste programa. Ele terá área construída de 3.750 metros quadrados e inclui um ginásio poliesportivo com arquibancada para cerca de duzentas pessoas, e área de apoio para administração, sala de professores e técnicos, vestiários, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário público. O Modelo III inclui ainda uma pista de atletismo, áreas para arremesso de peso e salto em altura e distância, todos de acordo com o padrão oficial estabelecido pela Confederação Brasileira de Atletismo.

Trata-se de mais uma grande conquista do Município junto ao Governo Federal e a confirmação do CIE foi comemorada com entusiasmo pelo prefeito Beto Preto, que destacou a importância desta nova estrutura para as crianças e os jovens de todos os bairros próximos, incluindo o Ponta Grossa e o Trabalhista.

 Concebido pelo Ministério do Esporte no âmbito da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) tem como meta ampliar a oferta de infraestrutura de equipamento público esportivo qualificado, incentivando a iniciação esportiva em territórios de alta vulnerabilidade social. O projeto integra, num só espaço físico, atividades e a prática de esportes voltados ao esporte de alto rendimento, estimulando a formação de atletas entre crianças e adolescentes.

Com ginásios poliesportivos e outras estruturas, os CIES podem receber até 13 modalidades olímpicas, sete paraolímpicas e uma não-olímpica. “O CIE de Apucarana deverá estimular ainda a prospecção de talentos e a formação de atletas, além de poder receber competições locais e regionais”, destaca o prefeito Beto Preto (PT). Ele revela que o CIE estará integrado à Rede Nacional de Treinamento que o Ministério do Esporte começa a estruturar.

Dentre algumas modalidades, as instalações do centro de Apucarana poderão propiciar a prática de atletismo, basquete, boxe, handebol, judô, taekwondo, voleibol, esgrima em cadeira de rodas, voleibol sentado, ginástica rítmica, badminton, levantamento de peso, tênis de mesa, halterofilismo e futebol de salão. Além disso, haverá áreas de apoio como enfermaria, vestiários e academia. Conforme ressalta o prefeito Beto Preto, “O CIE é um dos maiores projetos de legado dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paraolímpicos de 2016. Os Jogos vão se realizar no Rio de Janeiro, mas os benefícios serão para todo o Brasil”.

De acordo com divulgação do Ministério do Esporte, está prevista a contratação de aproximadamente 300 CIEs em todo o Brasil, com um investimento total de mais de R$ 800 milhões. As terrenos são cedidos pelas prefeituras e os projetos de arquitetura e engenharia dos CIEs serão fornecidos pelo Ministério do Esporte.