Apucarana forma 85 alunos no Projovem

O número de formandos é o maior da região norte do estado

Depois de seis meses de curso, 85 alunos se formaram ontem no Projovem em Apucarana, durante solenidade que contou com a participação do prefeito Beto Preto, representantes da secretarias de Estado do Trabalho e da Família e Desenvolvimento Social, secretários municipais e vereadores. O evento, realizado no Clube Ucraniano, foi marcado por momentos de muita vibração e emoção entre os formandos e pela revelação de um dado local diferenciador: Apucarana foi a cidade que formou, neste ano, o maior número de alunos em todo o eixo Norte do Estado, que vai de Jacarezinho a Maringá, passando por Cornélio Procópio e Londrina.

O dado estatístico foi apresentado pelo Alonso Santana dos Santos, diretor da Bandeirantes Desenvolvimento Profissional, empresa executora dos cursos na região. “O projeto só aconteceu em Apucarana pela parceria que recebemos da administração municipal. Além de qualificar perto de 100 apucaranenses para o mercado de trabalho, a realização desses dos três cursos profissionalizantes, de Administração, Vestuário (costureiro) e Serviços Pessoais (manicure, pedicure, cabeleireiro, depilador, maquiagem), injetou cerca de 300 mil na economia da cidade, entre a distribuição de lanches, vale transporte e ajuda de custo de R$ 100 ao mês”, mencionou Alonso.

De acordo com o prefeito Beto Preto, Apucarana vai continuar investindo na qualificação profissional da população. “Através de cursos do Pronatec e Projovem, todos gratuitos, as pessoas terão novas oportunidades dentro do mercado de trabalho, melhorando sua qualidade de vida. Ao mesmo tempo estamos suprindo a demanda de mão de obra qualificada no município. Obrigado por terem comprado a idéia conosco. Parabéns, vocês são vitoriosos por terem ido até o fim e estão dando um presente para os 70 anos de Apucarana com essa formatura”, disse Beto.

Os formandos também receberam uma boa notícia através do gerente da Agência do Trabalhador, Lucas Leugi. “Já temos empresas que estão à disposição para inserir vocês no mercado de trabalho”, informou. No entanto, muitos dos que tinham acabado de receber o certificado já têm planos concretos para iniciar um negócio próprio. É o caso de Márcia Cristina Basso, que se formou com o mérito de atingir 100% de comparecimento as aulas. Enquanto os meses em que recebia a qualificação em manicure, pedicure, cabeleireiro, depilador e maquiagem, ela já foi adquirindo os equipamentos para montar seu salão de beleza. “O Projovem é uma grande oportunidade que temos que aproveitar. É tudo de graça”, observa, lembrando que pagaria cerca de R$ 3 mil para freqüentar o mesmo curso na rede particular.

Conquistados em fevereiro pela administração municipal, através da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária (SETS), os três cursos profissionalizantes do Projovem foram direcionados a jovens com idades entre 18 a 29 anos, e sua condução ficou sob a responsabilidade local da Agência do Trabalhador, da Coordenação de Cursos Profissionalizantes da Secretaria Municipal da Indústria e Comércio, da Secretaria da Assistência Social e Secretaria da Mulher e da Família. A união de forças destes órgãos municipais conseguiu preencher as 190 ofertadas e ainda houve fila de espera.

Durante a frequência do Projovem Trabalhador, os alunos receberam bolsa-auxílio mensal no valor de R$100 e tiveram direito a vale-transporte, lanche, camiseta de uniforme, material didático e certificado de conclusão expedido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).